Connect with us

Uncategorized

Luca Moreira participa de cobertura sobre despejo de moradores em prédio de Niterói

Published

on

Nessa última sexta-feira, 07/06, a polícia civil junto com a militar tentaram retirar moradores de um prédio no centro de Niterói com ordem de desocupação pela prefeitura. O jornalista Luca Moreira, de 21 anos, foi um dos que fizeram a cobertura da operação e mostrou em seu Instagram uma narrativa de como foi a tarde e apresentou fotos da situação dos moradores:

“A calçada cheia de móveis e objetos dos moradores, os polícias militares interditando a parte de entrada do prédio, e como eu infelizmente ainda não tive aula de televisão, fui escalado como câmera delas, mais nessa altura da minha vida, toda experiência é válida e sempre será pra mim. Conclusão, entrevistamos 2 moradores, um inclusive que acabava de ser agredido por um dos polícias por causa de um confronto, um representando da OAB também falou com a gente, e eu ainda apurei em áudio conversando com funcionários da prefeitura que estavam fiscalizando o local. ”

Quem é Luca Moreira:

Luca Rocha Moreira nasceu em Niterói – RJ, no dia 14 de maio de 1998. Descendente de família mineira por parte de mãe, é filho da funcionária pública Lucia Maria Rocha da Silva e do designer gráfico Luiz Carlos Falcão Moreira. Estudou a infância toda em rede particular de ensino e durante o ensino médio, cursou integração com técnico em engenharia naval pela Escola Técnica Estadual Henrique Lage, unidade componente da Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio de Janeiro, onde participou de diversos protestos relacionados ao grêmio estudantil.

Enquanto estava cursando a escola, iniciou um curso de interpretação teatral na Oficina Social de Teatro, onde teve seu primeiro contato com as artes cênicas, onde recebeu aulas do ator e professor Alécio Abdon, porém se retirou do curso por motivos de dificuldade em interpretar seus personagens. Ainda no segundo grau, montou uma página no Facebook, onde começou a falar de múltiplos assuntos, entre eles esportes, nutrição e cultura. Em março de 2016 foi descoberto pela produtora teatral Grazi Luz, dona da Fazart Produções Artísticas, quando recebeu seu primeiro convite para ser aprendiz de comunicação da companhia, ainda que com 17 anos.

Seu interesse pelo jornalismo teve início alguns meses após sair da produtora, quando começou a publicar artigos no “Almanaque Mídia” na época comandado por Esdras Ribeiro. Algumas semanas depois do fechamento do portal, foi abordado pelo jornalista brasiliano Daniel Neblina, que o convocou para integrar o time de colunistas do “RegistroPop”, onde despontou como entrevistador-chefe do veículo, foi aí que iniciou sua carreira como jornalista.

Em março de 2018, ingressou na Universidade Estácio de Sá no curso de publicidade e propaganda, trocando posteriormente por jornalismo, onde passou a redigir para o Núcleo de Comunicação da unidade, integrando uma equipe de 9 estudantes na redação da versão impressa do jornal “Estaciente”, sendo orientado pelos mestres Gutenberg Barbosa, Aline Novaes e Marco Aurélio Reis.

Uncategorized

Setembro Amarelo: Influenciadora Cacau Luz e sua rede de apoio às seguidoras

Published

on

Ela poderia ser mais uma das mulheres que são influenciadoras digitais espalhadas pelo mundo, mas a luz de Cacau lhe faz diferente e com um público crescente nas redes sociais.

“O papel social de uma influenciadora digital transcende as simples postagens de fotos ou os famosos publipost”, assim Cacau Luz define sua atuação nas redes sociais.

Com interação contínua com diversas seguidoras que a acompanham fielmente, Cacau Luz aborda temas comuns à maioria das mulheres modernas, tais como o universo das makes, moda e a rotina da maternidade real.

Com esses assuntos, Cacau tornou-se cada vez mais próxima de muitas mulheres que se inspiram e buscam nas postagens força para seguir as dificuldades do dia a dia.

“Tenho um grupo de conversas por aplicativo, com as seguidoras que mais interagem e lá por vezes dou conselhos e as incentivo a buscar sempre o melhor. Mas certamente, as mensagens por direct que recebo com pessoas que agradecem por minhas postagens, principalmente por servirem de inspiração e entretenimento para esquecer os momentos difíceis, me emociona e me encoraja a sempre tentar conteúdos que estimulem a autoestima feminina”, revela Cacau Luz.

Durante todo este mês de setembro, Cacau Luz fez uma campanha de conscientização para a prevenção ao suicídio. Nacionalmente, a campanha intitulada Setembro Amarelo é amplamente divulgada desde 2014 quando foi oficialmente criada pela Associação Brasileira de Psiquiatria e o Conselho Federal de Medicina.

A influenciadora digital fez lives com psiquiatras e psicólogos que esclareceram detalhes de como ajudar na prevenção de suicídios que anualmente mata mais de 12 mil pessoas, somente no Brasil.

Dentre os assuntos abordados nas lives, Cacau Luz e os profissionais escolhidos falaram sobre os benefícios da psicoterapia (Dr. Felipe Santiago), responderam questões enviadas pelos seguidores (Dr. João Cronemberger), além de uma abordagem sobre a psiquiatria e o suicído (Dra. Laís Lundstedt Kahtalian) e para finalizar, os relacionamentos abusivos (Dr. Rafael Nogui).

Cacau Luz destaca que a ideia de criar uma programação de lives para falar sobre este assunto surgiu da série de directs que ela recebe de mulheres com problemas de autoestima ou em depressão. “Eu quero ajudar, tento mandar sempre mensagens positivas, mas a ajuda profissional é fundamental e por isso resolvi aproximar meu público de psicólogos e psiquiatras”, finaliza Cacau Luz (@cacau.luz).

A influenciadora digital mesmo abordando essas questões mais sérias não deixa de lado seu maior atrativo que são as dicas de maquiagens para mulheres comuns que querem truques para se sentirem mais produzidas no dia a dia ou em ocasiões especiais.

Crédito das Fotos: Lucas Morais Meticuloso / QuattroG – Divulgação

Continue Reading

Uncategorized

Mariana Nolasco lança ‘Era Amor’

Published

on

Cantora e fenômeno na internet, Mariana Nolasco lança single “Era amor” em todas as plataformas digitais. A música, que conta a história do fim de seu relacionamento, foi apresentada pela primeira vez durante sua turnê pelo Brasil ano passado, para a surpresa de seus fãs. A canção fará parte do segundo projeto autoral da cantora de 22 anos.

“Era Amor” também ganhará clipe, que será lançado em seu canal no YouTube. E quem realizou o pré-save da música, concorria a chance de receber um trecho do clipe com exclusividade antes de seu lançamento oficial e também uma mensagem personalizada de Mariana.

Confira “Era amor” aqui: https://bit.ly/32EGAbv

 

SOBRE  MARIANA NOLASCO

Mariana Nolasco começou a fazer vídeos cantando aos 13 anos em seu quarto no interior de São Paulo. Gravados na versão acústica, os vídeos eram postados em sua página no Facebook. Seu canal no YouTube foi criado sem qualquer pretensão, até que um dia, uma versão acústica atingiu 1 milhão de visualizações em apenas 1 dia. A partir de então, Mariana se destaca nas mídias digitais acumulando milhões de seguidores.

Em 2016, lançou seu primeiro EP interpretando músicas de outros artistas no formato voz e violão, como Nando Reis. Em 2017, deu início a sua primeira mini-

turnê pelo Brasil, participou do Rock in Rio e deu início a uma campanha de financiamento coletivo para poder lançar seu primeiro álbum autoral. Em 2018, se apresentou no Festival Planeta Brasil, e lançou seu primeiro álbum autoral com três participações: Rael, Mar Aberto e Pedro Pascual. Em 2019, se apresentou pela segunda vez no Rock in Rio, e realizou sua turnê autoral Planeta Borboleta pelo Brasil.

Além disso, gravou duas músicas em parceria com a banda americana Boyce Avenue. Uma delas, sucesso do Maroon 5, recebeu elogios e compartilhamentos da própria banda. Teve, também, a honra de ser a única cantora brasileira a fazer parte do remake de We Are The World ao lado de grandes sucessos da internet mundial no próprio Capitol Studios, em Los Angeles. Este ano, prepara seu novo trabalho autoral.

 

Continue Reading

Uncategorized

PK LANÇA “QUAL É DESSA MINA?”, PARCERIA COM FELIPE ARAÚJO

Published

on

O cantor PK, conhecido por diversos hits e considerado o maior representante da música urbana no Brasil, anuncia de seu novo single: “Qual É Dessa Mina?”. Desta vez, mais do que uma participação, ele terá Felipe Araújo no que se pode classificar de collab (a mutualidade de interesse na divulgação e sucesso do feat).

Consagrado pela versatilidade de suas parcerias, PK traz originalidade em seus trabalhos e sempre foge da zona de conforto, mostrando que a música é livre e pode se unir a todos os estilos. “Qual É Dessa Mina?” mostra fortes influências sertanejas, mas com batida pop e versos ritmados, característicos de PK.

Além do single, PK entrega ao público um clipe, dirigido por Matheus Rigola (mesmo de “Como a chuva cai”), cuja maior parte das cenas foi gravada na Avenida Paulista, em São Paulo. Com as luzes da cidade na imensidão da noite e a agitada movimentação da avenida, o registro destaca uma forte linguagem urbana e contextualiza a letra da música com a estética da metrópole, além de trazer ares de romance e sedução ao storytelling.

“Eu queria uma parceria inédita, que meus fãs nem imaginariam, surpreendendo a todos. Gosto dessa mistura, acho sim que precisamos hoje cada vez mais nos permitir e mostrar nossa versatilidade ao público. Agradeço ao Felipe pela oportunidade, espero que o público goste do resultado”, comenta PK.

A letra retrata uma paixão que faz o personagem principal não conseguir tirar a mulher dos seus pensamentos. Ela só aparece quando se sente sozinha e precisa de companhia. É essa inconstância que faz dela dona de seus pensamentos e o instiga por mais. “Aí do nada ela me liga, meia noite e pouco, me chama pro rolê e a gente mete o louco/ Nós dois na Paulista grey groose estralando / A gente indo pro quarto e a cidade acordando/ Qual que é dessa mina? Qual que é dessa mina?”. É com esse refrão marcante e letra fácil que a música indica fortes propensões de ser mais um sucesso. Romântica, tem tudo para balançar corações.

Para Felipe Araújo, o sentimento é especial: “Quando apareceu a possibilidade de fazer uma parceria com o cantor PK, fiquei muito feliz e o resultado é surpreendente. A música tem tudo para estourar pelo Brasil, que prima pela sua democracia musical. Chega de rótulos. Ao unir vozes, atingimos todas as tribos neste universo musical”.

Continue Reading

Trending