Connect with us

Tecnologia

Unha encapsulada em formato de aquário é a nova sensação do momento em nail art

Published

on

A nail designer Márcia Câmara está sempre inovando e trazendo para suas clientes as melhores técnicas do mundo das unhas.

Unha decorada já é tendência há um tempo e veio para ficar. Agora a sensação são as unhas encapsuladas (ou o processo de encapsulamento das unhas) em formato de aquário.
Marcia faz a técnica Aquarium Nails todo no acrílico moldado “sem tip e nem colo”.

Trata-se do processo de decorar as unhas no alongamento, aplicando a decoração entre as camadas acrílicas. O Aquarium Nails é o nível master do encapsulamento, pois transforma a unha acrílica em um verdadeiro aquário, com transparência, cores, elementos marinhos e, é claro, água.

Isso mesmo, Márcia coloca todas as referências de um aquário dentro da unha e ainda cria o movimento com líquidos que se assemelham a água! O resultado são unhas que hipnotizam quem olha, e faz vontade em quem ainda não tem.

“ A técnica traz a possibilidade de muitas variações, coloridas e vibrantes e, ao mesmo tempo, única. Cada unha é única e exclusiva”, explica a profissional.

Márcia Câmara possui mais de 30 certificações,cursos e especializações. Ela faz do seu espaço no Recreio, Zona Oeste do Rio, um lugar único com técnicas exclusivas. A nail designer está sempre inovando e trazendo para as clientes o que quase sempre só é visto fora do país.

Márcia Câmara

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tecnologia

Startup carioca Riverdata é selecionada para participar do StartOut Brasil

Published

on

O StartOut Brasil é um programa de internacionalização gratuito e equity free, que apoia a inserção de startups brasileiras nos mais promissores ecossistemas de inovação do mundo.

Desde 2017, o programa já realizou 13 ciclos de internacionalização, em 9 países diferentes, gerando mais de US$ 16 milhões em negócios. A edição de Chicago é o quarto ciclo realizado pelo programa nos Estados Unidos, que já passou por Miami (2018), Boston (2019) e Nova York (2020).

Para participar do processo seletivo é necessário cumprir uma série de requisitos tais como: grau de inovação, mapeamento do mercado de destino, maturidade para inserção internacional e pela competência técnica, financeira, de vendas e experiência na área internacional da equipe. E a Riverdata se enquadra neles, sendo uma das 40 empresas selecionadas para ir para Chicago desenvolver soluções e fazer negócios fora do Brasil com o apoio do Ministério das Relações Exteriores, Anprotec e ApexBrasil, associado ao Ministério da Economia.

A Riverdata está a um ano e meio no mercado e veio com uma proposta de provocar uma revolução na indústria e no varejo por meio da disponibilização de softwares/aplicativos que subsidiam a tomada de decisão ancorada em dados estatísticos e por meio da produção de dispositivos baseados em Internet das Coisas (IoT) capazes de prever situações como: comportamento do consumidor em lojas físicas e previsão da falha de máquinas na indústria.

Em 2021, a startup foi indicada ao Prêmio Shell Iniciativa Jovem Conexões, na categoria Empresa do Ano. Em 2022 foi selada, sendo reconhecida oficialmente como uma empresa autossustentável, com modelo de negócio replicável e escalável. Além do mais, no mesmo ano, uma das patentes foi objeto de estudo científico aprovado em congresso Internacional na China.

O programa acontece em três etapas, sendo a primeira dela 100% virtual, onde os empreendedores selecionados passam por um processo de treinamento, capacitação, mentorias coletivas com players do mercado e participam de uma agenda virtual de negócios organizada por um matchmaker.

Na segunda etapa do programa, as 15 empresas com melhores oportunidades no mercado seguem para a Missão de Imersão com atividades presenciais e online. E ainda, têm a possibilidade de apresentar presencialmente seus negócios para investidores. Já a última etapa Para a Missão Follow-Up, são apoiados até cinco negócios inovadores que apresentarem um projeto sólido de retorno ao mercado.

Não deixe de acompanhar a Riverdata nas redes sociais, @this.is.riverdata, e fique por dentro de todas as novidades.

Relações Públicas | Imprensa: @wallacesafrarj
Coordenação de Mídia: @wsmcomunicacao
Assessoria: @casariobr

Continue Reading

Tecnologia

Empreendedor Douglas Andrade, líder de vendas por WhatsApp, sonha com um futuro mais sustentável

Published

on

O serviço de comunicação e de mensagens disparadas pelo App WhatsApp, representa uma das plataformas que quase 100% dos brasileiros utilizam para se comunicar. Usar o telefone fixo para ligar e discutir sobre planos, conversar e pesquisar um determinado produto que deseja adquirir não faz mais parte da vida das pessoas. Quase ninguém tem paciência e tempo para ligar e para atender uma ligação. O WhatsApp mudou o ritmo da vida das pessoas e isso altera o ritmo da vida de quem compra e de quem vende.

Líder de vendas por WhatsApp, Douglas Andrade trabalha com o serviço de Sistema de Energia Limpa no Brasil. Ele conta que ter a jornada de um lead tudo em um só lugar é transformador e transformou a vida dele como nos conta a seguir. Douglas sonha com um futuro mais verde e limpo para todos. 

Para quem deseja, também, um futuro mais sustentável, Douglas não nos dá uma receita pronta, mas indica alguns passos de sucesso que podem nos ajudar nessa caminhada. Para ele, o primeiro passo é “ter espírito empreendedor! Quem empreende sabe que a vida só muda se correr atrás. Então temos que fomentar o pensamento empreendedor na mente das pessoas para que elas se transformem em agentes transformadores também”.

Depois de entender esse espírito inovador de empreender e construir seu próprio negócio, Douglas nos entrega o segundo passo e afirma que é urgente e essencial, “pensar fora da caixa. Pensamentos inovadores geram coisas inovadoras, novas, que mudam a vida de alguém. Se você passar a sua vida toda aceitando processos e velhos costumes nada vai mudar. Nomes consagrados só se tornaram grandes por pensarem fora da caixa e eu não digo de inventar uma coisa revolucionaria, não. Otimizar processos já existentes já é uma forma de pensar fora da caixa. Aperfeiçoar o aperfeiçoável, aprimorar o que pode ser aprimorado… Esse é um grande passo”.

Por fim, o terceiro passo, segundo Douglas, consiste em “saber onde está e para onde quer ir. Quem não sabe o que quer da vida aceita o que os outros oferecem e às vezes as pessoas não oferecem coisas boas. Então precisamos saber o que queremos da vida para não aceitar qualquer coisa”, conclui. 

Além de ter a tecnologia a nosso favor, que é uma ferramenta que contribui para a renovação e a execução de novos projetos, ela ajuda a construir, mediante nosso esforço e capacidade de abrir-se para o novo, a “criar novos modos de levar economia para as pessoas aperfeiçoando produtos e serviços e muitas outras coisas. Ter a tecnologia como aliada nos processos acelera o crescimento”, conta Douglas. Contudo, ainda temos um sistema que impera entre nós e ele se chama “sistema capitalista”. Diante desse quadro, empreender, como conta Douglas Andrade, não é sonhar alto demais esquecendo-se do chão que se pisa. “As pessoas precisam entender que ter carinho com o meio ambiente também e gerar economia em benefício próprio. Não é porque se trata do meio ambiente que é uma coisa cara e inútil para a vida das pessoas. Pelo contrário. Quanto mais utilizarmos recursos naturais e preservarmos o meio ambiente, teremos mais remédios, mais comida, mais tecnologia, maior poder aquisitivo. É uma coisa que desencadeia muitas outras coisas boas. Crescemos com uma cultura de que o meio ambiente atrapalha a evolução industrial, mas isso não é verdade. Tem espaço para o meio ambiente, tem espaço para a indústria, tem espaço para tudo!”, conclui Douglas.

Continue Reading

Tecnologia

Especialista em tráfego para negócios locais, Fred Dias dá dicas de como conseguir prospectar clientes

Published

on

Um dos principais objetivos de quem trabalha com tráfego para negócios locais é conseguir prospectar clientes. Com a meta de construir um relacionamento duradouro entre profissional e cliente, um gestor de tráfego busca um contato cada vez mais humanizado e próximo das marcas.

De acordo com Fred Dias, que é CMO da Agência TREX e que já gerenciou mais de 30 milhões de reais em tráfego pago para negócios locais, o primeiro passo para conseguir a prospecção e obter sucesso é ser cliente do seu próprio cliente. Na visão do especialista, isso irá ajudar o gestor a entender toda a mecânica do empresário, sobre oferta, o produto e o que pode ser feito para melhorar ainda mais a qualidade do serviço.

Hoje no mercado existe uma migração dos negócios locais para a internet. Mas eles (empresários) não sabem dessa tecnologia, e quando aparece alguém do nada batendo na porta e falar que vai fazer um milagre, não fica difícil de acreditar. A melhor forma é você ter conhecimento do nicho, da pessoa e abrir um diálogo para entender o que a pessoa está querendo e o que ela pode melhorar na oferta”, explicou Fred.

Passar de prospecção para cliente leva tempo. Ao longo desse período, todo o processo para transformar o primeiro contato em um projeto de trabalho pode demorar. Contudo, a famosa “primeira impressão” de um gestor com um possível cliente é fundamental, pois é nele que alguns sentimentos como confiança, segurança e credibilidade precisam ser transmitidos. Nisso, Fred aconselha que o profissional tenha conhecimento do cliente, mostre soluções e que sempre fale a verdade.

Uma consultoria é fundamental, pois você indica e mostra tudo aquilo que pode ser melhor para o negócio da pessoa. No Google Meu Negócio do cliente às vezes o telefone não está atualizado, endereço incorreto e outras coisas que interferem, como fotos copiadas no Instagram. Você vai mostrar o que pode melhorar o processo, pois vai transmitir mais confiança e segurança. A credibilidade vem do fato de você falar a verdade e não inventar história”, disse ele.

Ajudar o empresário a entender a saber como é o produto que ele tem em mãos e melhorar a potencializar a sua mensagem no mercado são passos fundamentais no relacionamento entre o gestor de tráfego e o cliente. Segundo Fred Dias, fazer esses empresários expandirem a visão em relação ao branding e ao produto final vai ser um grande diferencial em toda a trajetória de trabalho entre ambas as partes.

Os empresários de negócios locais precisam melhorar a sua divulgação e o marketing. Poucos sabem a importância disso. Eles estão acostumados com a indicação ou com pessoas passando na frente da loja deles, mas isso não é o suficiente. Eles reclamam, mas não sabem de que existe a internet para potencializar e captar mais novos clientes”, finalizou.

Continue Reading

Trending

Copyright © 2017 Geração Z. Theme by Mega Group. powered by Rafael Nascimento.

Close Bitnami banner
Bitnami