Connect with us

Música

Alvares aposta no funk “Assumi Mozão” e revela nova face de trabalho

Published

on

O segmento do pop ganha mais um nome. Alvares, conhecido por seus trabalhos com o indie, encara o divertido dilema de se reinventar. Conhecido por seus trabalhos com diversos artistas, o compositor, cantor e produtor musical releva “Assumi Mozão”. A faixa, que é uma investida de Alvares no Funk, reforça sua versatilidade artística.

Os beats mais noturnos sempre estiveram no hype de Alvares. Com trabalhos como DJ, o cantor assume que a vontade de trabalhar com um ritmo mais difundido já vinha sendo fomentada há tempos. “Eu sempre fui um fã de música eletrônica, desde pequeno sou apaixonado por House music. Eu vi numa entrevista uns anos atrás um cara que eu sou muito fã chamado João Brasil dizer que o funk era a música eletrônica genuinamente brasileira. Isso ficou na minha cabeça por um longo período de tempo. Mas eu confesso que foi o Dennis DJ misturando EDM e funk que me mostrou que de repente poderia ter um espaço pra mim por ali”, relata o artista.

Para Alvares, a aposta num novo segmento fomenta apenas uma vontade própria de percorrer novos caminhos em busca de novas sonoridades. “Eu almejo contribuir para essa cena tão potencial que é a música eletrônica brasileira seja no funk, no Brazilian Bass e em todas as vertentes do que eu gosto de categorizar como música urbana.”, diz Alvares.

O meio para encontrar essa nova face de trabalho foi um estudo mais profundo, mas ao mesmo tempo despretensioso da cena musical brasileira. O que está tocando nas rádios?

Alvares. Foto: Renan Olivetti/Divulgação

“Escolhi lançar um funk pois vi que é um meio um tanto quanto despretensioso em alguns aspectos. Isso me deixou muito a vontade. Vi que no funk alguns padrões de produção e composição não são claramente regras. Assim me vi a vontade para buscar um novo caminho tendo o funk carioca como base. Sem a preção de seguir a indústria a música fica mais gostosa de se fazer, produzir, cantar e viver”, assume o cantor.

Conhecido por produzir, compor e planejar completamente suas faixas, Alvares agora conta com produção de Molla DJ em sua estreia no funk. Conhecido por trabalhos com diversos nomes como Lorena Simpson, o produtor também assina um programa próprio na Mix Rio FM. “O Molla é um amigo querido. A gente já se conhecia de internet a um tempinho, mas foi ano passado que começamos a trabalhar juntos. Eu estava escrevendo uma música para uma cantora Pop por encomenda e chamei o Molla pra me ajudar fazendo a produção dessa música”, comenta Alvares sobre a parceria. “Ele me convidou pra conhecer o estúdio dele em Botafogo e dali já saímos com uma guia do single ‘Assumi Mozão’”, completa Alvares.

Segundo o artista, estar por trás de todo o processo de concepção de uma faixa, apesar de ser um grande desafio, é algo recompensador. “Confesso que foi e esta sendo um ENORME desafio adaptar a minha linguagem para algo mais acessível. Eu sempre gostei de não deixar as coisas bem claras e de usar figuras de linguagem. Escrever algo direto e que fique na mente das pessoas esta sendo um trabalho duro pra mim. Mas sinto que é natural esse ” desconforto positivo”.

Adiantando um pouco os planejamentos, Alvares assume que já possui três músicas gravadas com Molla: “Depois disso então produzimos 3 musicas que vamos lançar nos próximos meses. A gente tem uma relação bem legal de troca e aprendizado mútuo. É muito legal trabalhar com ele. Já chegamos a atacar até como ‘Alvares & Molla’ discordando na Casa da Matriz”.

Veja o lyric video de “Assumi Mozão”: 

Sobre Alvares:

Sempre emergido no mundo musical, Alvares tem a versatilidade na veia. Conhecido por seus trabalhos como produtor musical, se joga na música como uma realização. Compositor com um pé no romântico, apaixonado por House music e por tocar violão.

Dentre suas inspirações, estão estéticas musicais completamente diferentes, que vão desde a música eletrônica produzida na França nos últimos 20 anos até a levada mais clássica de Tom Jobim e Frank Sinatra.

Música

Calmaria e explosão musical em “Girassol”, lançamento da banda Gallena

Published

on

Diferente do que se costuma ouvir no pop rock nacional, o duo brasiliense inova flertando com o clássico em sua nova música Na última quinta-feira, (24), a banda Gallena deu sequência à sua série de lançamentos propostos para 2020, desta vez, com o single “Girassol”. 

A música traz originalidade em sua produção, com um arranjo marcante de violino, melodias que crescem à medida que a música avança e uma letra sensível e minimalista, mostrando um outro lado do duo brasiliense, conhecido por canções politizadas e batidas mais pesadas. 

Além da produção de Fernando Lima, “Girassol” também conta com a mixagem e masterização do produtor e engenheiro de gravação Ricardo Ponte, que carrega um grammy em sua bagagem pelo melhor álbum de rock em língua portuguesa, com a banda Scalene. Fernando Vaz, vocalista da banda Ellefante e o violinista norte americano Ted Falcon também fazem parte da faixa. 

O lançamento chegou acompanhado de um lyric vídeo, disponível no YouTube, que ilustra a sensação serena que a narrativa da música propõe. No vídeo, o personagem, interpretado pelo vocalista Fernando Lima, contempla um impecável pôr do sol, ao mesmo tempo que reflete sobre seus sentimentos. 

Como alternativa para as restrições da quarentena devido ao Covid-19, o vídeo foi gravado na janela da casa do vocalista que, além de atuar, também assumiu a direção. O single pode ser ouvido nas principais rádios do país e em todas as plataformas de streaming, já o lyric vídeo está disponível no canal da banda, no YouTube. 

 

Sobre a banda 

Formada pelo vocalista e guitarrista Fernando Lima e o baterista Thiago Antunes, o duo Gallena aposta em uma proposta diferenciada e alternativa que mistura rock, pop e, até mesmo, música eletrônica, com a presença de sintetizadores, samples e loops. O resultado é um som que soa moderno ao mesmo tempo que remete à outras épocas. Em 2016, a banda entrou em estúdio para a produção de seu primeiro EP intitulado “Soma – Parte I”. 

Desde então, já foram lançados um EP e vários singles, incluindo “Geração Conforto”, “Mariana” e a faixa de sucesso “Primeiros Passos”, com a participação especial do rapper Israel Paixão. Através de suas letras, o duo geralmente aborda assuntos do cotidiano, críticas à corrupção, a forma como a política vêm sendo conduzida no país e os paradigmas da própria sociedade.

Continue Reading

Música

“Girassol”: Gallena apresenta single inédito

Published

on

Na última quinta-feira, (24), a banda Gallena deu sequência à sua série de lançamentos propostos para 2020, desta vez, com o single “Girassol”. A música traz originalidade em sua produção, com um arranjo marcante de violino, melodias que crescem à medida que a música avança e uma letra sensível e minimalista, mostrando um outro lado do duo brasiliense, conhecido por canções politizadas e batidas mais pesadas.

Além da produção de Fernando Lima, “Girassol” também conta com a mixagem e masterização do produtor e engenheiro de gravação Ricardo Ponte, que carrega um grammy em sua bagagem pelo melhor álbum de rock em língua portuguesa, com a banda Scalene. Fernando Vaz, vocalista da banda Ellefante e o violinista norte americano Ted Falcon também fazem parte da faixa.

O lançamento chegou acompanhado de um lyric vídeo, disponível no YouTube, que ilustra a sensação serena que a narrativa da música propõe. No vídeo, o personagem, interpretado
pelo vocalista Fernando Lima, contempla um impecável pôr do sol, ao mesmo tempo que reflete sobre seus sentimentos. Como alternativa para as restrições da quarentena devido ao Covid-19, o vídeo foi gravado na janela da casa do vocalista que, além de atuar, também assumiu a direção.

O single pode ser ouvido nas principais rádios do país e em todas as plataformas de streaming, já o lyric vídeo está disponível no canal da banda, no YouTube.

Sobre a banda

Formada pelo vocalista e guitarrista Fernando Lima e o baterista Thiago Antunes, o duo Gallena aposta em uma proposta diferenciada e alternativa que mistura rock, pop e, até mesmo, música eletrônica, com a presença de sintetizadores, samples e loops. O resultado é um som que soa moderno ao mesmo tempo que remete à outras épocas.

Através de suas letras, o duo geralmente aborda assuntos do cotidiano, críticas à corrupção, a forma como a política vêm sendo conduzida no país e os paradigmas da própria sociedade.

Veja o lyric vídeo de “Girassol”:

Continue Reading

Música

BIN lança “Para Todas As Mulheres Que Já Rimei”, primeiro álbum da carreira

Published

on

Chega às plataformas digitais nesta quarta-feira (30), “Para Todas As Mulheres Que Já Rimei”, primeiro álbum de uma das maiores revelações do rap nacional, BIN. O artista nasceu em Belford Roxo, no subúrbio do Rio de Janeiro, e se destacou na cena underground do hip-hop ainda muito cedo.

No primeiro semestre de 2020, BIN lançou um dos seus maiores marcos da carreira, a faixa “Marília Mendonça”, que atingiu mais de 20 milhões de reproduções e alcançou o #1 em diversas plataformas digitais. Com esse sucesso, BIN elevou sua carreira a outro patamar, lançando seu primeiro trabalho no pop, o que viria a ser uma das características principais do cantor: a versatilidade.

“Esse ano foi muito difícil pra mim, um ano cheio de altos e baixos. ‘Para Todas As Mulheres Que Já Rimei’ é um trabalho que me orgulho muito e que tenho certeza que todos vocês vão curtir. Como eu disse, um ano cheio de altos e baixos, mas que me mostrou que a vida pode ser muito boa!”, comenta o artista nas redes sociais.

Após sucessos como “Drill” e “Culpa do Álcool”, BIN faz sua estreia com o álbum “Para Todas As Mulheres Que Já Rimei”, incluindo 9 faixas e participações de grandes nomes do hip-hop, como L7nnon e MD Chefe. O projeto é uma coletânea de faixas inspiradas em relações amorosas do artista, prometendo uma pegada mais voltada ao pop e músicas mais leves.

O álbum de estreia de BIN, “Para Todas As Mulheres Que Já Rimei”, está disponível nas plataformas digitais via ONErpm e os vídeos das faixas “Quase Uma Semana”, “Marta 10”, “Ferveção”, “Covardia”, “Fim de Nós 2” e “Só Ela” estão disponíveis no YouTube.

Continue Reading

Trending