Connect with us

Games

Geek City 2018 – Guilherme Briggs e Kiko

Published

on

Guilherme Briggs

Responsável por vozes como a do BuzzLightyear, Freakzoid e Mickey, dublador contou um pouco sobre suas motivações profissionais e de vida

O painel “A dublagem brasileira no mundo”, com Guilherme Briggs, foi um dos mais esperados da noite deste sábado (1°), no Geek City. No palco principal, o dublador deu voz a personagens famosos como Mickey, Buzz Lightyear e Yoda, compartilhou curiosidades sobre o cenário internacional e emocionou o público com sua história de vida.

“Vocês sabiam que o Corcunda de Notre Dame, dirigido pelo Garcia Jr., foi considerada a melhor versão dublada do mundo? E que a Nova Onda do Imperador teve um impacto muito grande pra dublagem brasileira? Lá fora eles adoraram”, disse Briggs. Ele contou ainda que foi convidado para fazer a voz do Yoda também em espanhol e que ficou espantado quando viu Toy Story pela primeira vez.

“Dublo o Buzz Lightyear desde o primeiro filme e lembro de ver a primeira cena e pensar o que é isso que a Disney fez? É computação gráfica?”, disse. Entre curiosidades, aplausos e perguntas da plateia, Briggs emocionou o público ao falar sobre suas motivações pessoais. “Sempre fui apaixonado pelo meu avô. Com 12 anos, ele me chamou pra morar com ele. Meu padrasto era muito rigoroso e disse que, se eu saísse, não voltava mais. Depois de dois anos, meu avô faleceu de um problema no coração, pedi para voltar para casa e meu padrasto não deixou”, contou.

Morando de favor na casa de um amigo, Briggs decidiu que era hora de se dedicar ainda mais à leitura e ao desenho – o que foi essencial para que o Guilherme artista surgisse. “Nesse momento, com o avô falecido, não podendo voltar pra casa, foi que minha vida mudou. Para não chorar, comecei a ler tanto e desenhar tanto. Tive um trauma muito severo e podia ter escolhido as drogas. Mas o que importa não é o que a vida faz com você. É o que você faz com o que a vida faz com você. Levanta e não desiste, porque sempre tem uma esperança, pode acreditar”, concluiu.

Carlos Villagrán, o Kiko de Chaves

Painel foi feito em duas partes: na primeira, o ator foi ele mesmo; na segunda, encarou o personagem e arrancou gargalhadas da plateia

 Na tarde deste sábado (01), uma das atrações mais esperadas do Geek City 2018, produzido pela Seven Entretenimento, subiu ao palco e foi recebido sob aplausos e gritos de felicidade. Carlos Villagrán, conhecido como o Kiko, do seriado mexicano Chaves, veio a Curitiba para participar da edição do evento e, primeiramente, atendeu os jornalistas em uma coletiva de imprensa lotada e depois subiu ao palco para ser acolhido pelo público que lhe aguardava.

Mesmo não caracterizado, Villagrán não seguiu o padrão tradicional de talk show – em que o entrevistador e entrevistado ficam sentados conversando – e diferentemente disso, levantava a todo o tempo e conversava diretamente com a plateia. Além disso, ele arriscou falar português em quase todo momento numa forma de se aproximar ainda mais dos fãs.

Villagrán contou diversas histórias de sua carreira desde antes de estrear no Chaves. Uma delas tem o Brasil como destaque, já que foi repórter fotográfico durante a Copa de 1970, quando a seleção brasileira derrotou o México e conquistou o tricampeonato mundial. Provando ter uma ótima memória, ainda citou o nome de todos os jogadores que vestiram a ‘amarelinha’.

Quando decidiu mudar de profissão e entrar na série de TV, que a princípio tinha 10 minutos de duração, Villagrán teve de criar um personagem infantil, de menino, e quando encontrou apenas uma roupa de marinheiro, decidiu virar duas mechas do cabelo para cima e projetar uma nova voz. Assim nasceu o Kiko, personagem que marca gerações há quase 50 anos.

Carlos x Kiko, um paralelo de admiração

          No Brasil, o seriado começou a ser transmitido em 1984, e logo conquistou inúmeros seguidores. A música de abertura, no entanto, é diferente da original, uma versão clássica de Beethoven. Aqui, quem ouve ‘Aí vem o Chaves, Chaves, Chaves’, já sabe que a diversão garantida vai começar.

No talk do Geek City, sua presença foi marcada em duas partes: a primeira, Villagrán foi ele mesmo, atencioso e fraterno com o público; na segunda, demonstrou toda sua generosidade como personagem ao se trocar e aparecer como Kiko, satisfazendo todos que aguardavam para ver o ídolo de perto. Nesse momento, o ator encarnou o papel e passou a agir somente como o menino mexicano da Vila, criado por Dona Florinda e amigo (ou colega) de todos os visitantes ou moradores do local.

Kiko cantou canções como ‘Que Bonita a Sua Roupa’, ‘Se Você é Jovem Ainda’ e ‘Mamãe Querida’, interpretada com a ajuda do mediador, que o interrompia sempre antes de começar a recitar o poema, fazendo referência ao episódio em que a cena ocorreu. Ainda, respondeu a perguntas sobre o porquê de sempre querer uma bola quadrada, se já chegou o disco voador e de como foram as férias em Acapulco.

Para finalizar, o ator imitou seu choro peculiar, a maneira engraçada como se locomovia e a risada inconfundível. Disse, também, subjetivamente, o porquê de ter aposentado o personagem: “Deus perdoa, mas o tempo não”. Após cumprimentar fãs que foram à frente do palco para tocar em suas mãos, ‘Kiko Villágran’ deu adeus ao público de Curitiba e, sem dúvidas, satisfez a todos que se deliciaram com sua amada personalidade.

 

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Coberturas

Brasil Game Show 2018, “Next Level”

Published

on

Sabe aquele jogo tão bom em um ano que quando é anunciado uma sequência, você fica pensando: “O que eles farão para melhorar essa experiência? ” e a BGS acaba tendo a árdua missão de se superar a cada como o maior evento de games da América Latina.

Dito isso, vamos falar da feira de 2018 a qual verdadeiramente alcançou o seu subtítulo de “Next Level”, vimos uma feira repleta de atrações, uma área indie contando com produtoras da América Latina e algumas que obtiveram um certo destaque no cenário mundial nos últimos anos. Mais uma vez vivenciamos o evento pelos 5 dias, testamos algumas novidades, mas infelizmente não conseguimos testar outras, onde por falar em novidades, acredito que esta tenha sido a maior feira aqui na América Latina a contar com tantos títulos que só chegam no mercado em 2019, como é o caso de Devil May Cry 5, Sekiro: Shadow Die Twice, Days Gone, The Division 2 e outros igualmente aguardados, onde o testado traremos em uma matéria futura, juntamente com os títulos indies testados no evento.

Estandes Xbox e PlayStation:

Em 2018 vimos dois estandes similares ao da BGS de 2017, o PlayStation basicamente com a mesma estrutura e apresentando menos filas nos jogos por conta do sistema do PlayStation Experience e com algumas apresentações no palco, já o Xbox trouxe assim como em 2017, só que dessa vez com um estande um pouco diferente na estrutura, continuou trazendo “festa” o tempo todo em seu estande, com novidades como algumas competições de Gears of War, por exemplo, além dos campeonatos para o público que quisesse participar, o que geraria prêmios para os vencedores, e ainda teve uma apresentação de cerca de 15 minutos de Devil May Cry 5 com comentários de um dos produtores do jogo, onde traremos mais novidades em breve.

Área indie:

Área indie dessa vez remodelada e com o nome de avenida indie, trouxe uma dinâmica interessante onde em um corredor o público conseguia olhar para os lados e via os jogos e aos que o interessassem era só parar e jogar, e para essa BGS contamos com desenvolvedoras internacionais e da América Latina, como no caso uma desenvolvedora da Argentina, e as de Layers of the Fears/Observer e de Kingdom Come: Deliverence, interessante essa abertura para que produtoras indies internacionais possam ter o contato com o público brasileiro, não é mesmo?

Além disso é claro, tivemos produtoras indies brasileiras que trouxeram diversos jogos interessantes e experenciamos alguns que traremos uma prévia muito em breve, então fiquem atentos as novidades no Portal GZ.

Como já dito, a Brasil Game Show de 2018 alcançou um “Next Level” e a tendência é o evento cada ganhar mais destaque, jogamos alguns lançamento para 2019 e que traremos uma prévia do que achamos muito em breve, então fiquem atentos e não percam as novidades 😉

Continue Reading

Games

Just Dance 2019 saiba qual foi a música mais executada na BGS 2018

Published

on

Just Dance 2019 é um jogo de dança desenvolvido pela Ubisoft. Foi oficialmente revelado em 11 de junho de 2018, durante sua coletiva de imprensa E3 2018, esteve presente na BGS 2018 e está programado para ser lançado em 23 de outubro de 2018 no Nintendo Switch, Wii, Wii U, PlayStation 4, Xbox One, Xbox 360 e PC.

Na Brasil Game Show 2018, que aconteceu entre os dias 10 e 14 de outubro, certamente foi um dos estandes de maior concentração de pessoas. Era inevitável passar por ele e ficar alheio a massa que se concentrava na frente do palco para, ao menos tentar, imitar os passos exibidos no telão ou simplesmente observar o concurso de dança no palco e as pessoas se divertindo na plateia.

Uma canção em particular chamou muito a atenção. A qualquer hora do dia que você passasse pelo estande, lá estava, como eu apelidei “a dança da galinha”. Confira um pouco da galera dançando na BGS 2018 e entenda:

 

Confira o gameplay abaixo com “Toy”, a música mais executada (e dançada) na BGS 2018!

Toy foi a canção vencedora da Eurovision Song Contest 2018, que aconteceu em maio deste ano, em Lisboa. A cantora Netta sagrou-se vencedora, levando o título para israel que não vencia o festival há 20 anos. O mais interessante que esta canção é um hino de exaltação à mulher e um manifestação antibullying. Confira abaixo a tradução em Português (de Portugal):

E aí? Já aprenderam os passos de “Toy”? Confesso que em 3 dias já sabia de cor e salteado. =)

Continue Reading

Games

BGS 2018: Guia Completo da Playstation para o evento

Published

on

A Playstation liberou um guia completo para facilitar a vida de quem vai à BGS este ano e deseja visitar o Stand da Sony. A Brasil Game Show acontecerá do dia 10 ao dia 14 de outubro, sendo a primeira data reservada à imprensa, convidados e quem adquiriu o passaporte premium do evento.

Mas vamos ao que interessa!

Títulos Jogáveis:

Um dos grandes destaques desse ano no stand da Sony certamente será Days Gone. Próximo grande lançamento exclusivo da PlayStation contará com uma demo jogável para os visitantes terem um gostinho do que está por vir. É sua chance de vivenciar um mundo distópico onde o que impera é a lei do mais forte. Enfrente Freakers, Drifters, Milicianos e muitos outros inimigos para sobreviver mais um dia em uma terra sem perdão.

Quer saber quais outros títulos da Playstation estarão disponíveis? Já falamos sobre eles aqui http://portalgeracaoz.com.br/games/bgs-2018-contagem-regressiva-o-que-esperar/

 

App Experiência PlayStation

Quem esteve na BGS do ano passado, sabe o quanto este aplicativo (disponível tanto para IOS quanto para Android) pode facilitar sua vida dentro desta que é a maior feira Games da América Latina. Disponível para apenas alguns jogos no ano passado, este ano sendo #NextLevel o Slogan do evento, a Playstation precisava ir além. O App Experiência Playstation estará disponível para todos, eu disse TODOS os jogos dos stands. Com isso a Playstation pretende reduzir o número de filas e, de quebram nos dá mais tempo de aproveitar a BGS como um todo 😉

As Demos serão jogadas apenas por reserva, entre as 14:00 e as 20:00, durante todos os dias do evento. Então é bom já deixar o app baixado no seu martphone e dar uma olhada na tabela abaixo para ver os horários em que elas estarão disponíveis:

 

Calendário de Atividades

Além da lista enorme de títulos jogáveis (que você já conferiu aqui), a Sony trará aos fãs PlayStation as seguintes atividades e visitas especiais:

Resident Evil 2: Vislumbre o terror que espera a todos em Resident Evil 2 com uma demo de gameplay ao vivo em nosso palco, enquanto o Produtor Yoshiaki Hirabayashi destaca aspectos importantes do jogo, história e tecnologia por trás deste clássico reimaginado.

Astro Bot Rescue Mission: Para os fãs de PS VR, teremos uma sessão de autógrafos de Astro Bot Rescue Mission, com posters oficiais do jogo.

Days Gone: Teremos alguns brindes para os fãs de Days Gone em nosso estande (enquanto o estoque durar). Visite-nos e participe de sessões de autógrafo e de gameplay ao vivo com David Lee, Community Manager do Bend Studio.

God of War: Como já mencionamos em nosso blog, contaremos este ano com a visita especial de Cory Barlog e Glauco Longhi, da equipe do Santa Monica Studio, os desenvolvedores de God of War. Não perca as sessões de autógrafos, o momento “Pergunte Qualquer Coisa” direcionado para os fãs e os gameplays ao vivo com comentários dos desenvolvedores. Os fãs de carteirinha de God of War não irão perder esta chance.

Confira abaixo a agenda completa de atividades PlayStation*:

* Os detalhes deste post estão sujeitos a mudança sem aviso prévio.

PlayStation Gear

Pra completar tudo isso, a loja com produtos PlayStation estará mais uma vez presente na BGS. São camisas, cadernos, e muitos outros itens exclusivos para você ficar louco sem saber o que comprar. hahaha

 

A Brasil Game Show acontece do dia 10 ao dia 14 de outubro, no Expocenter Norte, Vila Guilherme – SP. Tem cobertura do Portal Geração Z e mal podemos esperar para encontrar todos vocês!

Continue Reading

Trending