Connect with us

Games

Conhecendo Paladins a nova aposta de jogo competitivo da HiRez

Published

on

Você pode não ser um especialista em jogos, muito menos estar de olho no crescimento dos chamados Esportes Eletrônicos (E-Sports), mas se você usa a internet, muito provavelmente já ouviu falar de jogos como DOTA, League of Legends, Counter-Strike:GO. Esses são só alguns exemplos de jogos competitivos do momento, nesse cenário a HiRez Studios veio disposta a adicionar mais uma opção nessa lista que cresce a cada ano: Paladins: Champions of The Realm.

O jogo que foi lançado em beta fechado no dia 17 de novembro de 2015 e entrou oficialmente em Beta Aberto Gratuito em setembro de 2016 já conta com mais de 5 milhões de usuários ativos e com uma popularidade invejável dentre os jogos disponíveis na Steam, a maior distribuidora digital de jogos do mundo, listando entre os 15 jogos mais jogados na plataforma.

Como um jogo de ação e tiro em primeira pessoa (FPS) com características dos tradicionais jogos de arenas de batalha (MOBA), o jogo Paladins é categorizado como um HeroShooter, ou em bom português, jogo de tiro com heróis. É inevitável evitar comparar o jogo com outro enorme sucesso do ano passado, que foi Overwatch, inclusive, vencedor do game do ano de 2016, mas embora a comparação seja fácil, a verdade é que a história não é bem assim:

Em resposta as comparações, o CEO da HiRez Todd Haris prontificou-se em responder que na verdade, Overwatch não foi uma das inspirações para Paladins e creditou a maior inspiração a outro clássico do gênero: Team Fortress 2.

É notável que quando jogos muito semelhantes são lançados dentro de um curto período de tempo, comparações do tipo são inevitáveis. Mas levando em consideração os fatores adicionais de ambos os lados da História, os dois jogos tiveram sua produção muito antecipadamente ao anúncio público de qualquer um dos dois jogos. Paladins começou a ser trabalhado anos antes mesclando temas de jogos anteriores da HiRez Studios como Global Agenda e Tribes Ascends, assim como Overwatch veio de um outro MMORPG cancelado da Blizzard Entertainment chamado Titan.

Tendo isso em mente, podemos descartar as opções e avaliar Paladins como um jogo único, próprio e com características que merecem respeito. Dentre as características marcantes desse jogo, que o difere da maioria dos jogos de tiro com heróis, é a questão da loja de itens – similar a jogos como League Of Legends e Smite (também da HiRez Studios) – que adicionam uma pitada fundamental de estratégia e controle de recursos durante as frenéticas e rápidas partidas dos diferentes modos de jogo (que incluem modos de carregamento, arena, sobrevivência e desafios arcades contra personagens controlados pela máquina).

Resultado de imagem para Brazil Paladins LeagueOutro ponto que faz de Paladins uma boa opção para quem está se aventurando no cenário de esportes eletrônicos agora, é que mesmo sendo um jogo tão novo, ele já conta com grandes torneios nacionais e internacionais. Com elevado investimento da empresa criadora em torneios, são ao todo, mais de três opções competitivas importantes para equipes Brasileiras, como as qualificatórias amadoras da Agência x5 e a Liga Brasileira de Paladins (Brazil Paladins League da Max 5) que valem vaga para o mundial de atlanta que ocorre todo ano na Exposição da HiRez (HRX Expo).

Ficou interessado? Não precisa passar vontade, o jogo Paladins: Champions of The Realm está em beta aberto e é totalmente gratuito para novos jogadores. Você pode até se perguntar: E quando sair do beta, se tornará pago? – NÃO. A HiRez Studios já deixou claro que o jogo será 100% de graça mesmo depois do fim das fases de testes, as únicas opções pagas serão cosméticos ou aceleradores de experiência (que não interferem diretamente na jogabilidade).

Baixe agora mesmo pela Steam ou pelo site oficial do jogo

Continue Reading
2 Comments

2 Comments

  1. MayogaX

    22/04/2017 at 16:36

    Muita informação e muito esclarecedor. Ótimo artigo 😀

    • Daniel Freitas

      22/04/2017 at 22:05

      Obrigado pela vista ao site. Volte sempre e compartilhe.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Games

HOMELESS – Um game intenso e profundo sobre o significado “LAR”

Published

on

Homeless

Homeless é um game de suspense e terror psicológico que foge dos clichês de jumpscares. O que desejamos, é a imersão e o envolvimento com a conjuntura em que o protagonista está vivendo, e não forçar aqueles gritos altos para simplesmente te assustar. O jogo, cem por cento brasileiro, que está em desenvolvimento pela Blaster Lizard Co., é um prato cheio para os fãs das clássicas franquias como Silent Hill e Alone In The Dark.

O roteiro é baseado na história de Jackson Thomaz, diretor e roteirista do jogo. “Durante toda a minha vida, visitar minha avó materna era um momento de refúgio. Um momento de paz e tranquilidade, uma espécie de fuga da agitada vida na cidade grande”, diz Thomaz sobre Mococa, a cidade que inspira Santa Cecília.

Além do clima de suspense estar inserido de forma orgânica em todo o jogo, Homeless traz à tona temas atuais e relevantes – que se desenrolam conforme o protagonista recupera sua memória, tais como a importância do cuidado com a saúde mental, violência doméstica, relações abusivas e muito mais.

As referências estéticas – visuais e sonoras – nos anos 90, trazem o sentimento nostálgico. A trilha sonora foi composta exclusivamente, e traz como inspiração os sintetizadores dos anos 80 e o mesmo clima dos filmes de terror “trash” da época. A mistura destes elementos é dosada na medida certa, tornando-o misterioso, desafiador e despertando o interesse de qualquer geração.

Os jogadores exploraram a pacata e misteriosa cidade, tentando desvendar o próprio personagem principal. A trama se desenvolve após o retorno de ‘Nelson Santana’ à casa onde passou sua infância. Nelson tem problemas de memória e sofre de ansiedade e, por isso, volta a Santa Cecília, em busca de informações que possam revelar a verdadeira história sobre seu passado.

Os personagens tem peculiaridades únicas, e por isso, contamos com um elenco de dubladores experientes. Rafael Santin dá voz ao protagonista; Lu Chagas e Ricardo Schnetzer são Selma e Ernesto Santana, os pais que Nelson tanto procura. Contamos também com Pedro Pauleey, Victória Vergamine, Lara Cardoso e João Pedro Sikora.

O jogo está no Catarse com campanha de arrecadação de R$6.000,00 para o pontapé inicial da produção, que foi afetada pela pandemia do novo coronavírus. Para saber mais sobre Homeless acesse o link https://www.catarse.me/homeless, divulgue e contribua para esta produção, incentivando a cultura local e a produção criativa de games no Brasil.

Outros canais Homeless: https://linktr.ee/homelessjogo

Continue Reading

Games

Game Chaves Kart é lançado no Brasil para smartphones

Published

on

Em uma nova e divertida aventura, o piloto favorito da vizinhança está pronto para competir no game mobile Chaves Kart.

Basta selecionar seus personagens favoritos da série televisiva e competir nas incríveis pistas de corrida.

Ao entrar no carrinho de churros e começar a colecionar os cartões do Chaves, é possível desbloquear novos personagens, karts e pneus. Quanto mais corridas forem concluídas, aumentam as habilidades para se tornar mais rápido.

O game também permite personalizar seu avatar, com diferentes cortes e cores de cabelo, trocas de roupas e teste de acessórios para criar o piloto dos sonhos.

O jogo está disponível para Android e iOS gratuitamente.

https://www.youtube.com/watch?v=sS-EXj3sEG0&feature=emb_title 

Continue Reading

Games

Pesquisa mostra que PlayStation 4 é o console mais popular do Brasil

Published

on

Os brasileiros têm consumido cada vez mais jogos eletrônicos: 73,4% da população já o faz, o que indica um crescimento de 7,1% em relação a 2019. É o que indica a Pesquisa Game Brasil 2020, que traçou o perfil do gamer brasileiro, e entrevistou 5.830 pessoas de todas as regiões do país entre 1 e 16 de fevereiro.

Crédito: Reprodução/ Pesquisa Game Brasil 2020

Jogar por meio de consoles ainda é um território dominado pelo público masculino (63,2%), mesmo que as mulheres tenham uma significativa presença na plataforma (33,7%). Elas ainda preferem jogar pelo celular (69,9%).

O público dos consoles tende a ser de adultos de 25 a 34 anos (37,5%), seguido de idades entre 35 e 54 (32,9%). Mas os jovens, de 16 a 24 anos, também são relevantes (29,6%), o que mostra que a plataforma é bem versátil.

Em relação a marca, Playstation é a mais popular. Dos entrevistados, 38,4% responderam que tem o PlayStation 4 em casa, seguido de Xbox (29,4%), Playstation 2 e 3 (23,6% e 22,6%, respectivamente), Xbox One (22,5%) e Playstation 4 Pro (11%). Para 39,7%, o Playstation 4 é o preferido, seguido do Playstation 4 Pro (22,5%).

As cinco categorias mais jogadas são ação (89,9%), aventura (88%), estratégia (86,1%), corrida (86%) e atirador (85%). E as cinco menos são tabuleiro, cartas, quebra-cabeça, música e cross-platform.

Mais da metade já costuma jogar on-line com outros jogadores, correspondendo a 58,2% dos entrevistados, ante a 41,8% que não joga dessa forma. Comparada às outras categorias, a imersão do jogo on-line nos consoles é maior. As sessões duram de uma a três horas (49,2%) e a rede mais usada é a Playstation Network (53,7%).

Continue Reading

Trending

Copyright © 2017 Geração Z. Theme by Mega Group. powered by Rafael Nascimento.

Close Bitnami banner
Bitnami