Connect with us

Televisão

Os Defensores, a série de equipe da Marvel para a Netflix já estreou

Published

on

Estreou nessa sexta-feira dia 18/08, Os Defensores ou os “Vingadores” da Marvel Netflix. Com a promessa de consolidar o universo Marvel no serviço de streaming, a minissérie buscou casar a fórmula de sucesso da primeira união dos heróis mainstream no cinema em 2012 com o estilo urbano e sombrio que caracterizou as séries do Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage e Punho de Ferro.

Escrita por Douglas Petrie  e Marco Ramirez e com o retorno de Charlie Cox como Matt Murdock/Demolidor, Krysten Ritter como Jessica Jones, Mike Colter o Luke Cage e Finn Jones como Danny Rand/Punho de Ferro, além de boa parte do elenco de apoio das séries anteriores com destaque a Élodie Yung como Elektra, Rosario Dawson como Claire Temple e Jessica Henwick como Colleen Wing, além da veterana musa dos aliens Sigourney Weaver como a vilã Alexandra.

Defensores 1

O ponto alto da minissérie de oito episódios é a construção do grupo. As circunstâncias que levam a equipe são convincentes e acima de tudo satisfatórias, os quatro possuem uma ótima química e há espaço pra cada um deles brilhar, visto que sem esse êxito a série descambaria a um fracasso absoluto por razões óbvias. Há momentos na metade da série de total alívio nostálgico e referencial como a excelente sequência de ação do terceiro episódio, piadas que trabalham bem as diferenças morais e temperamentais de seus personagens e a mistura bem desenvolvida com os personagens coadjuvantes das séries anteriores.

O trabalho visual é ótimo, com um bom estudo de luz e cor que interpreta bem as características e emoções de cada personagem e algumas ótimas sequências de ação (embora nesse quesito a série seja totalmente inconsistente. Falarei disso mais tarde).

As interpretações também evoluem com Charlie Cox cada vez mais conhecendo seu personagem, Krysten Ritter como um sarcasmo e cinismo que caracterizam o estilo despretensioso de sua personagem, um Mike Colter com carisma mas em certos momentos uma nova versão de “The Rock” e finalizando os heróis, Finn Jones que melhora consideravelmente sua interpretação graças a um roteiro bem melhor do que sua série individual, o que não quer dizer muita coisa. Ainda nas interpretações é importante destacar o excelente trabalho de Élodie Yung, que agrega novos elementos a sua quase Femme Fatale, assim como Rosario Dawson que serve como um excelente catalisador dramático.

Dentre todos seus atributos, Os Defensores também possui problemas e não são poucos. A começar pelo roteiro genérico que não se preocupa em inserir inúmeros clichês do gênero, transformando de fato em termos de história, numa versão “darkstreet” dos Vingadores. Outro aspecto problemático no roteiro são seus diálogos que oscilam entre aceitáveis e patéticos, além de momentos de pura exposição e personagens contando a mesma história ao público por quatro vezes no mesmo episódio. A história de toda série é divida numa ótima primeira metade, mas com uma resolução não muito satisfatória, com pontos de virada que podem decepcionar ou talvez não comprometer. O formato menor diminuiu um pouco o problema crônico das séries da Netflix em enrolar seus episódios, embora não o cessou, há momentos em que a narrativa custa a fluir, assim como flashbacks que servem meramente como um acréscimo de exposição barata.

Outro grande problema se encontra na direção. Não há harmonia nos elementos técnicos, mesmo até em um só episódio, onde há momentos de ação extremamente picotados, com uma câmera incessantemente tremida, assim como uma edição que em algumas cenas ou sequências, simplesmente não faz sentido. Em contraste, existem excelentes cenas de ação, com uma câmera mais amena e circular atrelado a um melhor trabalho de montagem.

Os Defensores é portanto uma boa e divertida adição ao catálogo Netflix, com um excelente grupo de heróis, bons momentos de ação e referência ao material fonte, entretanto a inconsistência no roteiro e direção impedem de consolidar a minissérie no patamar dos grandes projetos do Marvel Cinematic Universe e do próprio serviço de streaming.

Televisão

“As Top+” estreia na Top TV no comando de Gusta Arruda

Published

on

Gusta Arruda tem apenas 18 anos e é uma das novas promessas da televisão. Com tão pouco tempo ele acaba de conquistar um feito que muito marmanjo mais velho que ele não conseguiu realizar.

É o novo contratado da Top TV. Trata-se da primeira e única emissora 100% sertaneja do país com programação 24 horas voltada ao gênero musical.

Fã de música sertaneja desde criança Gusta Arruda vai comandar “As Top+” na programação. Ele se junta ao time da emissora que tem em seu casting a cantora sertaneja Tuta Guedes que comanda o “Clube do Fã” outro programa que vem fazendo o maior sucesso no canal. Gusta além de apresentador dirige o programa apresentado pela cantora.

Os telespectadores mandam seu pedido em vídeo para o e-mail (toptv.rede@gmail.com) ou fazem o pedido via Facebook (facebook.com/toptvbr) no post fixado. O programa é descontraído, com uma linguagem mais jovem, exibindo sempre os lançamentos, e atendendo o pedido do telespectador.

O programa inédito vai ao ar uma vez por semana e é reprisado por várias vezes durante a programação. Sintonize a Top TV na sua TV Digital.

Continue Reading

Televisão

Confira a lista de indicados ao ‘Emmys 2018’

Published

on

Foram anunciados nesta quinta-feira, 12 de julho, os indicados a premiação de maior relevância da TV Mundial: O EMMYS! Em sua 70ª edição, as melhores séries, minisséries, atuações e programas da TV americana serão agraciadas com a linda estatueta angelical erguendo o mundo.

Parte da aguardada lista foi revelada por Samira Wiley (“The Handmaid’s Tale” e “Orange Is the New Black”) e por Ryan Eggold, astro do novo drama da NBC “New Amsterdam”. Aos dois, se juntou Hayma Washington, presidente da Academia de Televisão dos EUA, em evento transmitido pelo site oficial da premiação. De acordo com anúncio do próprio, a categoria de “Melhor Série Dramática” será disputada por “The Handmaid’s Tale”; “The Americans”; “The Crown”; “Stranger Things”; “Westworld”; “This is US” e “Game of Thrones”. Já entre as comédias, “Black-ish”; “Atlanta”; “Barry”; “Unbreakable Kimmy Schmidt”; “Glow”; “Curb Your Enthusiasm”; “Silicon Valley” e “The Marvelous Mrs. Maisel” foram os destaques.

Confira a lista das principais categorias:

Melhor Série Dramática
The Americans
The Crown
Game Of Thrones
The Handmaid’s Tale
Stranger Things
This Is Us
Westworld

Melhor Atriz em Série Dramática
Claire Foy (The Crown)
Tatiana Maslany (Orphan Black)
Elisabeth Moss (The Handmaid’s Tale)
Sandra Oh (Killing Eve)
Keri Russell (The Americans)
Evan Rachel Wood (Westworld)

Melhor Atriz Coadjuvante em Série Dramática
Alexis Bledel, The Handmaid’s Tale
Millie Bobby Brown, Stranger Things
Ann Dowd, The Handmaid’s Tale
Lena Headey, Game of Thrones
Vanessa Kirby, The Crown
Thandie Newton, Westworld
Yvonne Strahovski, The Handmaid’s Tale

Melhor Atriz Convidada em Série Dramática
Cherry Jones – “The handmaid’s tale”
Cicely Tyson – “How to get away with murder”
Diana Rigg – “Game of thrones”
Kelly Jenrette – “The handmaid’s tale”
Samira Wiley – “The handmaid’s tale”
Viola Davis – “Scandal”

Melhor Ator em Série Dramática
Jason Bateman (Ozark)
Sterling K. Brown (This Is Us)
Ed Harris (Westworld)
Matthew Rhys (The Americans)
Milo Ventimiglia (This Is Us)
Jeffrey Wright (Westworld)

Melhor Ator Coadjuvante em Série Dramática
Nikolaj Coster-Waldau, Game of Thrones
Peter Dinklage, Game of Thrones
Joseph Fiennes, The Handmaid’s Tale
David Harbour, Stranger Things
Mandy Patinkin, Homeland
Matt Smith, The Crown

Melhor Ator Convidado em Série Dramática
Cameron Britton – “Mindhunter”
F. Murray Abraham – “Homeland”
Gerald McRaney – “This is us”
Jimmi Simpson – “Westworld”
Matthew Goode – “The Crown”
Ron Cephas Jones – “This is us”

Melhor Série de Comédia
“Black-ish”
“Atlanta”
“Barry”
“Unbreakable Kimmy Schmidt”
“Glow”
“Curb Your Enthusiasm”
“Silicon Valley”
“The Marvelous Mrs. Maisel”

Melhor Atriz em Série de Comédia
Allison Janney – “Mom”
Issa Rae – “Insecure”
Lily Tomlin – “Grace and Frankie”
Pamela Adlon – “Better things”
Rachel Brosnahan – “The marvelous mrs. Maisel”
Tracee Ellis Ross – “Black-ish”

Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Comédia
Aidy Bryant – “Saturday night live”
Alex Borstein – “The marvelous mrs. Maisel”
Betty Gilpin – “Glow”
Kate McKinnon – “Saturday night live”
Laurie Metcalf – “Roseanne”
Leslie Jones – “Saturday night live”
Megan Mullally – “Will & Grace”
Zazie Beetz – “Atlanta”

Melhor atriz convidada em série de comédia
Jane Lynch – “The marvelous mrs. Maisel”
Maya Rudolph – “The good place”
Molly Shannon – “Will & Grace”
Tiffany Haddish – “Saturday night live”
Tina Fey – “Saturday night live”
Wanda Sykes – “Black-ish”

Melhor Ator em Série de Comédia
Anthony Anderson – “Black-ish”
Bill Hader – “Barry”
Donald Glover – “Atlanta”
Larry David – “Curb your enthusiasm”
Ted Danson – “The Good Place”
William H. Macy – “Shameless

Melhor Ator Coadjuvante em Série de Comédia
Alec Baldwin – “Saturday night live”
Brian Tyree Henry – “Atlanta”
Henry Winkler – “Barry”
Kenan Thompson – “Saturda night live”
Louie Anderson – “Baskets”
Tituss Burgess – “Unbreakable Kimmy Schmidt”
Tony Shalhoub – “The marvelous mrs. Maisel”

Melhor Ator Convidado em Série de Comédia
Bill Hader – “Saturday night live”
Bryan Cranston – “Curb your enthuasiasm”
Donald Glover – “Saturday night live”
Katt Williams – “Atlanta”
Lin-Manuel Miranda – “Curb your enthusiasm”
Sterling K. Brown – “Brooklyn Nine-Nine”

Melhor Minissérie
“American Crime Story”
“Genius”
“Godless”
“Patrick Melrose”
“The Alienist”

Melhor Atriz em Minissérie ou Telefilme
Edie Falco – “Law & Order True Crime”
Regina King – “Seven Seconds”
Sarah Paulson – “American Horror Story”
Jessica Biel – “The Sinner”
Laura Dern – “The Tale”

Melhor Atriz Coadjuvante em Minissérie ou Telefilme
Adina Porter – “American Horror Story”
Judith Light – “American Crime Story”
Letitia Wright – “Black Mirror”
Merritt Wever – “Godless”
Penélope Cruz – “American Crime Story”
Sara Bareiless – “Jesus Christ Superstar Live in concert”

Melhor Ator em Minissérie ou Telefilme
Antonio Banderas – “Genius”
Darren Criss – “American Crime Story”
Benedict Cumberbatch – “Patrick Melrose”
Jeff Daniels – “The Looming Tower”
John Legend – “Jesus Christ Superstar Live in concert”
Jesse Plemons – “Black Mirror”

Melhor Ator Coadjuvante em Minissérie ou Telefilme
Brandon Victor Dixon – “Jesus Christ Superstar Live in concert”
Edgar Ramírez – “American Crime Story”
Finn Wittrock – “American Crime Story”
Jeff Daniels – “Godless”
John Leguizamo – “Waco”
Michael Stuhlbarg – “The Looming Tower”
Ricky Martin – “American Crime Story”

Melhor Reality Show
The Amazing Race
American Ninja Warrior
Project Runway
RuPaul’s Drag Race
Top Chef
The Voice

Melhor Programa de Esquetes e Variedades
Saturday Night Live
Portlandia
Drunk History
Tracey Ullman’s Show
At Home with Amy Sedaris
I Love You, America

Melhor Programa de Entrevista
The Daily Show With Trevor Noah
Full Frontal With Samantha Bee
Jimmy Kimmel Live
Last Week Tonight with John Oliver
Late Late Show with James Corden
Late Show with Stephen Colbert

Com apresentação dos humoristas do “Saturday Night Live”, Colin Jost e Michael Che, a edição 2018 do Emmy acontece no próximo dia 17 de setembro em Los Angeles.

Para conferir a lista com as 122 categorias da premiação, clique aqui.

Continue Reading

Televisão

Felipe Titto estampa catálogo de moda da Hundred Limit

Published

on

O ator Felipe Titto que recentemente foi destaque na novela “O Outro Lado do Paraíso” da Rede Globo com o personagem Odair é o novo garoto propaganda da grife Hundred Limit.

O ator que também é modelo e empresário foi fotografado pelo renomado Levi Cruz e o cabelo e make ficaram por conta de Ashiley Vittar. As fotos foram feitas no Campo de Marte na zona norte de São Paulo.

A Hundred Limit é a grife queridinha dos famosos e acaba de lançar uma coleção de roupas exclusivas do youtuber Whindersson Nunes.

Felipe Titto estrela catálogo da Hundred Limit. Divulgação | Levi Cruz

Felipe Titto estrela catálogo da Hundred Limit. Divulgação | Levi Cruz

Felipe Titto estrela catálogo da Hundred Limit. Divulgação | Levi Cruz

Felipe Titto estrela catálogo da Hundred Limit. Divulgação | Levi Cruz

Continue Reading

Trending