Connect with us

Cinema e TV

Os Jovens Titãs em Ação! Nos Cinemas – A DC acertou dessa vez?

Published

on

“Os Jovens Titãs em Ação! Nos Cinemas” é o próximo filme da DC que estreia nesta quinta (30) nos cinemas do Brasil. Um filme de animação, voltado para o público infantil, que irá agradar tanto as crianças quanto os adultos.

O primeiro longa-metragem do grupo formado pelo líder Robin, o divertido Mutano, a melancólica Ravena, o inteligente Ciborgue e a fofa Estelar, tem direção da dupla Aaron Horvath e Peter Rida Michail, a partir de um roteiro simples, mas bem criativo, de Michael Jelenic e Horvath. A essência do desenho animado exibido pela Cartoon Network é mantida e mesclada a uma enxurrada de referências e sátiras aos clássicos cinematográficos de super-heróis e outros gêneros. Sátiras essas que arrancarão gargalhadas de adultos e crianças.

 

A trama seguirá o caminho em cima do desejo do Robin em conseguir seu próprio filme para que eles possam se sentir heróis de verdade, o enredo se constrói bem no que ele se propõe inclusive usando e abusando de referências para essa construção. É interessante ressaltar que o filme já havia sido mencionado em um episódio do desenho. Trata-se do Episódio 25 da segunda temporada. No título e nos primeiros minutos da animação (que você pode conferir na netflix), os jovens titãs nos apresentam o vilão do filme, colocando o filme como um prequel daquele episódio.

Manter a dublagem do filme no Brasil, pelos mesmos intérpretes do desenho animado, foi um grande acerto da DC/Warner. CharlesEmmanuel como Mutano, Eduardo Borgherti como Ciborgue, Luiza Palomanes como Estelar, Mariana Torres como Ravena e Manolo Rey como Robin mantém a identificação do público com os personagens em tela, tornando a aceitação ainda melhor. A direção de dublagem é de Marco Ribeiro.

As referências são o ponto forte do filme, entretanto, o excesso de referências à Disney (inclusive com muitas canções) pode fazer o filme, por alguns momentos, perder sua identidade. E não faltam referências referências ao Universo DC, a Marvel, a Disney, a Harry Potter e ao clássico “De Volta para o Futuro”. Parece confuso mas no fim tudo é tão bem conduzido que, mesmo com esse excesso, o filme se torna agradável e tira risadas fáceis do telespectador.

Seguindo a linha da animação exibido no Cartoon Network, o filme dificilmente agradará aqueles que não criaram afinidade pela série animada, mas ao mesmo tempo é um prato cheio para as crianças, que provavelmente iram rir bastante com o humor apresentado.

 

Trending